Do público ao privado, centro histórico de Curitiba concentra dez teatros

0
77
 

O Largo da Ordem, setor histórico de Curitiba e marco da urbanização da cidade, transborda arte e cultura. Cercado de edificações seculares, a região concentra um grande número de bares e de espaços culturais. Os teatros dominam a cena.  

Em um eixo de aproximadamente dez quadras, entre o Centro e o bairro São Francisco, estão instalados atualmente dez teatros municipais e privados, com conceitos e propostas variadas (confira o roteiro abaixo).

Dos mais antigos como o Teatro do Piá, o TUC (Teatro Universitário de Curitiba) e o Londrina, ambos gerenciados pela Fundação Cultural de Curitiba, às salas contemporâneas AP da 13 e Casa do Damaceno, a região é uma minibroadway local, com espetáculos para todos os dias e gostos.

Desde os 70

A década de 1970 marca o início dos teatros nessa parte da cidade. “Dessa época temos o TUC, o Piá, depois o Londrina dentro do Memorial, e em 1994, abre o Lala Schneider, o primeiro teatro particular da região”, diz o coordenador de Linguagem Teatro da FCC, Clóvis Severo Brudzinski.

Na década seguinte, impulsionadas pelo movimento de teatro de grupo, várias outras salas foram abertas. Algumas fecharam ou migraram de região.  

A nova tendência são os espaços de espetáculos menos convencionais e com foco mais alternativo. Dois espaços no entorno do Largo da Ordem têm essa característica de contemporaneidade: a Casa do Damaceno e o AP da 13.

“São geralmente residências de artistas e ou de diretores, com espaços adaptados que criam uma atmosfera intimista”, avalia Brudzinski.

 

Os teatros próximos ao Largo da Ordem

Teatro Lala Schneider (a uma quadra do Largo da Ordem)


O primeiro teatro particular aberto na região oferece uma programação mais dedicada à comédia, com uma média de 40 apresentações por mês em suas três salas.
Endereço: Rua Treze de Maio, 629
www.teatrolala.com.br

TUC (no Largo da Ordem) – FCC


No subterrâneo do centro histórico, a Galeria Júlio Moreira ganhou em 1976 o Teatro do Estudante, para atividades estudantis relacionadas à cultura. O nome foi mudado para Teatro Universitário de Curitiba (TUC) e desde 1985 acontece lá a tradicional Canja de Viola, reunião de grupos de música sertaneja e popular, sempre nas tardes de domingo. Com 99 lugares, é um espaço multiuso com uma programação que contempla desde bandas de garagem a manifestações populares.
Endereço: Travessa Nestor de Castro, s/n
http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/espacos-culturais/teatro-universitario-de-curitiba-r-tuc/

Teatro do Piá (no Largo da Ordem)


Principal referência em teatro de bonecos de Curitiba, foi aberto em 1978 com o nome de Teatro de Bonecos Dadá. Funciona no Palacete Wolf da Praça Garibaldi. Um painel da artista plástica Denise Roman e da ilustradora Márcia Széliga, com personagens do imaginário infantil, decora a entrada do teatro, que tem capacidade para 80 pessoas.
As apresentações, gratuitas, acontecem todos os domingos às 11h.
Endereço: Praça Garibaldi, 7, Palacete Wolf
http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/espacos-culturais/teatro-do-pia/

AP da 13 (três quadras do Largo da Ordem)
Espaço intimista e representante de um movimento mais contemporâneo, o AP da 13 é moradia de artistas e espaço cultural ao mesmo tempo. Com uma programação ativa, recebe espetáculos de teatro, dança, performance, shows, set para audiovisual e tem eventos fixos, como residência artística e leitura de textos.
Endereço: Rua Treze de Maio, 1001
A programação do espaço pode ser conferida no facebook.com/apdatreze/

Teatro Novelas Curitibanas (cinco quadras do Largo da Ordem) – FCC


Casarão de 1902 da família Vieira Cavalcanti, virou espaço cultural em 1992 e é totalmente dedicado à encenação de espetáculos teatrais. O espaço iniciou a temporada do espetáculo O Vampiro e a Polaquinha, obra do escritor Dalton Trevisan. A peça foi um dos maiores sucessos do teatro paranaense. Tem 70 lugares.
Endereço: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1222
www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/espacos-culturais/teatro-novelas-curitibanas

Teatro Zé Maria (uma quadra do Largo da Ordem)


Edificação industrial histórica, de 1860, o teatro tem 177 lugares com programação variada de dramaturgia, música e dança. O nome do teatro é uma homenagem ao autor paranaense José Maria Santos, que lutou pela preservação do prédio. Depois de tombado, foi acoplado ao Teatro Guaíra e é um auditório do Guaíra, mantido pelo Governo do Estado.
Endereço: Rua Treze de Maio, 655
www.teatroguaira.pr.gov.br

Teatro Londrina (no Largo da Ordem)  – FCC


Com 144 lugares, o teatro é uma das instalações do Memorial da Cidade de Curitiba.
Endereço: Rua Claudino dos Santos, 79
http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/espacos-culturais/memorial-de-curitiba/

Teatro Rodrigo D’Oliveira (uma quadra do Largo da Ordem)
Fundado em 2000, sempre mantendo a característica de ser independente.
Endereço: Rua Trajano Reis, 41
www.teatrorodrigodeoliveira.com.br

Casa do Damaceno (três quadras do Largo da Ordem)
Criado em 2003 pelo diretor e dramaturgo Marcos Damaceno e pela atriz Rosana Stavis. O espaço alternativo conta com sala de ensaio multiuso.
Endereço: Rua Treze de Maio, 991

Espaço Obragem )seis quadras do Largo)
Desde a fundação, em 2002, pelos artistas Eduardo Giacomini e Olga Nenevê, o grupo trabalha de forma contínua na pesquisa, criação e produção de obras que reflitam aspectos da vida do homem urbano atual.
Endereço: Alameda Júlia da Costa, 204
http://www.grupoobragemdeteatro.com.br

Com informações da Agência de Notícias da Prefeitura Municipal de Curitiba

DEIXE UMA RESPOSTA