Curitibinhas aprendem a cultivar o amor à Pátria

0
57

Na companhia de 300 curitibinhas de escolas municipais, o prefeito Rafael Greca e a primeira-dama, Margarita Sansone, participaram da comemoração da Semana da Pátria na Rua da Cidadania do Cajuru, na tarde desta segunda-feira (2/9).

Os estudantes do 4° e 5° anos das escolas municipais Ritta Anna de Cássia (Cajuru), CEI Issa Nacli (Uberaba) e Eneas Marques dos Santos (Capão da Imbuia) acompanharam o ato cívico.

As crianças foram convidadas pelo prefeito a não somente celebrar a semana em que se comemora os 197 anos da Independência do Brasil, mas também a mostrar o amor pelo país nas atitudes cotidianas.

“Viemos aqui, eu e Margarita, convidar vocês a amar o Brasil. E como amamos a pátria? Sendo honestos, estudiosos, bondosos, amigos”, ensinou Greca.

Aos 9 aos, a estudante Kymberly, do 4º ano da Eneas Marques dos Santos, vai atender o pedido feito pelo prefeito. “Aprendi hoje que as crianças precisam ser estudiosas para cuidar do Brasil. Vou cuidar”, assegurou.

Auto da Independência

O curitibinha Miguel, 10 anos, que estuda no 4º ano da escola Ritta Anna de Cássia, assistiu à apresentação teatral sobre a história da Independência.

“O que mais gostei foi quando Dom Pedro I chegou no cavalo”, contou o menino.

Esse foi o ponto alto da encenação, que conta os fatos que levaram o então príncipe Dom Pedro I a declarar a independência do Brasil.

O auto começa com a personagem Curitibinha perguntando a uma professora da rede municipal como foi que tudo aconteceu. Então, retrata-se o momento em que a esposa de Dom Pedro, Maria Leopoldina, escreve uma carta, aconselhada por José Bonifácio.

Na carta, ela narra as ordens vindas de Lisboa para que o príncipe retornasse a Portugal, o que faria o Brasil retornar ao status de colônia. Ela recomenda que o marido proclame a independência do País. Nesse momento surge o príncipe em cima de um cavalo branco, para o brado de “Independência ou Morte”.

No evento, a Banda Lyra executou os hinos Nacional e da Independência e três representantes da guarda-mirim trouxeram ao público as bandeiras de Curitiba, do Paraná e do Brasil. As crianças das escolas apresentaram Asa Branca, cantando, tocando flauta doce e percussão.

Presenças

Também acompanharam a solenidade a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro; o secretário municipal de Defesa Social, Guilherme Rangel; o diretor da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Júnior; os vereadores Colpani, Beto Moraes e Osias Moraes; a assessora do gabinete do prefeito, Cynthia Maia Batista; a administradora da Regional Cajuru, Adriane Cristina dos Santos.

Com Agência de Notícias da Prefeitura Municipal de Curitiba

DEIXE UMA RESPOSTA