Com ato cívico, desfile da Fazendinha atrai 10 mil pessoas

0
51
Na foto: A Avenida Frederico Lambertucci, no Fazendinha, recebeu 10 mil pessoas deste sábado para o Desfile Cívico Militar, que abriu as comemorações da Semana da Pátria. Curitiba, 31/08/2019. Por: Levy Ferreira/SMCS
 

A Avenida Frederico Lambertucci, no Fazendinha, recebeu 10 mil pessoas na manhã deste sábado (31/8) para o Desfile Cívico Militar, que abriu as comemorações da Semana da Pátria em Curitiba. Ao todo, sete mil pessoas compareceram para prestigiar as três mil pessoas que desfilaram em bandas, fanfarras, carros antigos e militares. E se surpreenderam com o auto que lembrou a história da Independência do Brasil. 

 “É chegada a Semana da Pátria, momento de refletirmos sobre a grande nação que somos. Vamos agora entrar no livro da História e renovar nossa energia para erguer este País acima de todas as dificuldades”, destacou o prefeito Rafael Greca. 

Dom Pedro l em seu cavalo 

Para “entrar no livro da História”, a parada deste ano trouxe uma novidade ao público: a encenação dos atos que, às vésperas do 7 de setembro de 1822, levaram o então príncipe Dom Pedro I a declarar a independência do Brasil. 

O auto, encenado por atores em plena avenida com a personagem Curitibinha perguntando a uma professora da rede municipal como foi que tudo aconteceu. Então, retrata-se o momento em que Dona Maria Leopoldina, esposa de Dom Pedro I, aconselhada por José Bonifácio, escreve uma carta ao marido – que estava fora do Rio de Janeiro. 

Na carta, ela narra as ordens vindas de Lisboa para que o príncipe retornasse a Portugal, o que faria o Brasil retornar ao status de colônia. Ela recomenda que o marido proclame a independência do País.

A surpresa para o público foi a chegada de Dom Pedro I, interpretado pelo soldado da Cavalaria da Polícia Militar, Elder Aurélio de Andrade Purkotte, em cima de um cavalo branco, para o brado de “Independência ou Morte”. 

“Muito boa essa apresentação, fundamental para nos lembrar da nossa História”, destacou a pedagoga Fabiane Leite, 49 anos, que foi ao desfile para acompanhar a filha. 

Desfile 

O desfile da Regional Fazendinha/Portão é o primeiro ato cívico da cidade em comemoração à Semana da Pátria e foi retomado pela Prefeitura em 2017.

“Ter o desfile mais perto de casa é muito bom porque posso trazer o meu filho mais novo para assitir, e ele vai adorar”, conta a auxiliar de serviços gerais Caroline Oliveira.

Ela mora no Fazendinha e foi assitir a filha Nathaly, 10 anos, desfilar com a Escola Municipal  Professor Adriano Carlos Robine. Mas quem estava mesmo animado era do filho mais novo, Emanuel, 3 anos, vestido com a farda da Polícia Militar. “Ele ama a PM. Foi o tema da festa de aniversário dele do ano passado, tanto que ele ganhou esta farda dos policiais que foram à festinha”, conta a mãe. 

O casal Marta Sales, 38, auxiliar adminstrativa, e Adiovan Wernke, 30 anos, advogado, também gostaram do evento. Foram com os filhos Nickolas, 13 anos, que desfilou com a escola, e Laura, 1 ano, “É importante promover esses eventos que resgatam nossa a História. Nos desfilamos, agora é a vez o Nickolas e quando chegar a vez da Laura, ela também vai participar”, disse Marta. 

A Banda Lyra abriu a solenidade com os hinos da Bandeira e Nacional e deu o ritmo da parada cívica. Este ano, participaram civis e militares de 56 instituições, entre escolas municipais, estaduais, bandas marciais, entidades esportivas, grupos de escoteiros, grupos de colecionadores de automóveis e até escola de samba, além das forças armadas e das polícias. 

Abriu o desfile cívico a Liga da Defesa Nacional – Diretório Paraná, seguido da Guarda Bandeira da Guarda Municipal, a Banda Municipal da Caximba, o Projeto União Solitária Crianças em Tratamento de Neoplasia, Associação Amigas da Mama, Centro Educacional Infantil Pequeno Einstein, Lar Dona Nenê, CMEI Colombo I, CMEI Pimpão, CMEI Nice Braga, CMEI Santa Amélia, Banda Escola da Fazenda Rio Grande, Escola Municipal CEI Professor Adriano Carlos Robine, Escola Municipal Nova Esperança, Escola Municipal José Anchieta, Escola Municipal Papa João XXIII, Escola Municipal São Luiz, Escola Municipal Maria Nicolas, Escola de Pais Regional Portão, Centro de Esporte e Lazer Afonso Botelho, Centro de Esporte e Lazer Rua da Cidadania Fazendinha, Ginástica Artística Fazendinha, Centro de Esporte e Lazer Arthur Bernardes, Fanfarra Colégio Estadual Avelino Vieira, Colégio Estadual Avelino Vieira, Colégio Martinus, Centro Educacional Evangélico, Escolinha de Triatlo do Colégio da Polícia Militar, Colégio da Vila Militar, Lions Curitiba Portão, Associação de Amigos do Fazendinha, Escola de Samba Mocidade Azul, União dos Escoteiros do Brasil, MP Later Clube, Clube dos Opaleiros, Elias Clube, Puma Clube do Brasil, Jipe HUMVE. 

Na etapa militar, teve a participação da Banda da Aeronáutica, integrantes da Marinha, do Comando da 5ª Divisão do Exército, Aeronáutica, 5ª Companhia da Comunicação do Exército, da Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Estadual, Polícia Rodoviária Federal, 23º Batalhão da Polícia Militar, BOPE, 1º GP do Corpo de Bombeiros, Grupo Tigre, Denarc, Gost, Cope, Goe e Goc.

Presenças

Estiveram presentes no desfile cívico e militar do Fazendinha a secretária municipal da Educação,  Maria Silvia Bacila; a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro; o secretário de  Esporte, Lazer e Juventude, Emílio Trautwein; o presidente da Cohab, José Lupion Neto;  os vereadores Zezinho do Sabará, Geovane Fernandes; o administrador da regional do Portão, Gerson Gunha; o administrador da Regional Pinheirinho, Reinaldo Boaron;  a assessora do gabinete do Prefeito, Cynthia Juraszek Maia Batista; Major Eduardo Gomes Pinheiro, do 1º Grupamento do Corpo de Bombeiros do Paraná; Capitão Alexander Cardoso, comandante da 3ª Companhia do 12º Batalhão da Polícia Militar do Paraná; Major Eduardo de Castro Barros Xavier, Comandante da 5ª Companhia de Comunicações Blindada do Exército.

DEIXE UMA RESPOSTA