Mais de 200 cães e gatos são avaliados na Rua da Cidadania do Fazendinha

0
115
Avaliação clínica gratuita para cães e gatos na Rua da Cidadania da Fazendinha.

Até às 12 horas desta quarta-feira (12/6), 207 cães e gatos já haviam passado pela avaliação clínica gratuita Rua da Cidadania do Fazendinha. A ação faz parte do programa da Rede de Proteção Animal desenvolvido pela Prefeitura em parceria com o curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Os atendimentos, que começaram na manhã de terça-feira (11/6), vão até a sexta (14/6).

Nesta manhã, enquanto as senhas de atendimento eram distribuídas e as avaliações eram feitas, o prefeito Rafael Greca acompanhou a movimentação dos moradores com seus animais. “Estou feliz com os resultados do nosso programa de sanidade e proteção animal. É exemplo da excelente parceria da cidade com seu povo e que conta com o apoio valoroso da Universidade Federal do Paraná”, disse Greca.

O prefeito estava acompanhado pela secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, pelo diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo, e pela vereadora Katia Dittrich.

As equipes fazem exames básicos, vacinação, administração de vermífugos, antipulgas, sarnicidas e o cadastro para o Programa Municipal de Castração Gratuita da Prefeitura.

As avaliações clínicas são uma etapa prévia para esses procedimentos cirúrgicos.

Programa é bem avaliado

Para a artesã Katia Gil, as avaliações clínicas gratuitas oferecidas pela Prefeitura têm sido excelentes para melhorar a qualidade de vida dos animais por toda a cidade. “Um cão vacinado, livre de pulgas e carrapatos, ajuda também aqueles que vivem próximo a ter uma saúde melhor”, disse Katia, que contou ter percebido também a diminuição de animais abandonados no bairro. “As pessoas estão motivadas a adotar e cuidar dos animais porque têm esse apoio importante”, ressaltou.

Foi a segunda vez que Katia levou Brigite e Pipoca para avaliação. Desta vez, as duas só precisaram de reforço nas vacinas e passaram por uma avaliação geral de saúde. No ano passado, ambas foram castradas.

“Com os cuidados gratuitos tive um economia superior a R$ 1.000,00, valor que pude reverter em ração para Brigite e Pipoca”, contou Katia Gil.

O promotor de eventos Elan Danto Grilo levou Haku, um filhote de Pastor Alemão, de apenas dois meses, para tomar a primeira vacina. “Ele é meu grande parceiro e quero cuidar bem dele. Esse programa é perfeito, nos garante a oportunidade de mantermos a saúde dos bichinhos em dia”, disse.

A dona de casa Neusa Orso e a filha Karine levaram Pandora, uma Golden Retriever, e Lady, que não tem raça definida, para a avaliação. As duas cachorras foram adotadas há pouco mais de um ano, depois que Neusa e Karine perceberam que os animais estavam abandonados. “Elas são fantásticas e agora que recebem cuidado e amor estão muito mais ativas e brincalhonas”, disse Neusa.

DEIXE UMA RESPOSTA