Nas férias, Secretaria da Educação melhora a estrutura das escolas

0
129

Enquanto 141 mil crianças e estudantes da rede municipal de ensino de Curitiba desfrutam os últimos dias de férias – o ano letivo começará em 15 de fevereiro – a Secretaria Municipal da Educação aproveita para colocar em ordem as escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), Faróis do Saber e demais unidades escolares.

Os preparativos para a volta às aulas incluem obras, serviços e melhorias nas unidades escolares, contratação e formação de profissionais e aquisição de novos materiais. Desde o início de fevereiro, as mais de 460 unidades escolares que compõe a rede passam por limpeza geral e serviços de jardinagem. Em mais de 50 unidades serão executadas obras e serviços de manutenção para melhoria das estruturas.

Ainda conforme a Agência de Notícias da Prefeitura Municipal de Curitiba as intervenções foram programadas para acontecer neste período em que não há circulação constante de pessoas e para preparar as unidades escolares para um bom ano letivo. “São benfeitorias que deixarão os espaços mais seguros, aprazíveis, bonitos e dessa forma, darão mais qualidade ao trabalho dos nossos profissionais e ao processo de aprendizado dos estudantes”, diz o superintendente Executivo da Secretaria Municipal da Educação, Oséias Santos de Oliveira.

No geral, são readequações de salas de aula e banheiros, consertos de telhados, substituição de rede elétrica, instalação de toldos e alambrados, pintura, manutenção e substituição de portas e janelas.

Os consertos, explica Oliveira, obedecem a prioridade de serviços apresentadas pelas unidades. Entre as intervenções está a construção de uma quadra coberta na Escola Municipal Professora Sônia Maria Coimbra Kenski, em Santa Felicidade, a substituição da cobertura do CMEI Parque Industrial, no Capão Raso, e a revisão da rede elétrica da Escola Municipal Rolândia, no Boqueirão.

Reforma completa

A Escola Municipal Francisco Hübert, no Alto Boqueirão, também teve a rede elétrica revitalizada. No Sítio Cercado, a Escola Municipal Professor José Cavallin vai iniciar 2019 com o prédio destinado às atividades de contraturno escolar renovado.

A estrutura, que precisou ser interditada em 2018 para garantir a segurança da comunidade escolar passou por ampla reforma. Foram investidos cerca de R$ 600 mil para melhorar a estrutura da escola, construída em 1982, e que nunca havia passado por uma reforma tão completa.

O bloco destinado às atividades regulares também passou por melhorias como troca total do telhado e uma ampla transformação no pátio externo, obras de drenagem, correção da erosão com a retirada de árvores comprometidas e cobertura das raízes que ofereciam riscos de acidentes e a construção de calçadas e calçamento.

O parquinho das crianças foi revitalizado e ganhou novo espaço. Rampas e portões foram instalados para melhorar a acessibilidade na unidade. O refeitório ganhou novo telhado.

Também está em andamento as obras do novo Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (CMAEE) Tatuquara, na Rua da Cidadania e a reforma de um prédio onde funcionava um Centro de Educação Infantil (CEI) e que será transformado em CMEI no Bairro Novo.  

Manutenção

A manutenção das escolas e creches incluí a limpeza das caixas-d’água, trocas de lâmpadas, lavagem de cortinas, colchonetes e brinquedos, além da roçada, limpeza de canteiros e desinsetização. Espaços como cozinhas e refeitórios recebem atenção especial, com limpeza rigorosa e substituição de materiais quando necessário. 

Nas próximas semanas terão início as obras para garantir à cidade mais 23 Faróis do Saber e Inovação. As ordens de serviço foram assinadas no último dia 28 de janeiro pela secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, e as empresas de engenharia responsáveis pelas obras. Os investimentos para criar os espaços de cultura maker com impressora 3D serão de R$ 2,1 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA