Bocha paralímpica marca primeiro dia de competições da Copa Curitiba

0
96
A bocha paralímpica marcou o primeiro dia de competições da Copa Curitiba Paradesportiva, nesta sexta-feira (10/8). Paratletas do Paraná e de Santa Catarina participaram dos jogos na Universidade Positivo. Curitiba, 10/08/2018. Foto : Lucilia Guimarães/SMCS

A bocha paralímpica marcou o primeiro dia de competições da Copa Curitiba Paradesportiva, nesta sexta-feira (10/8). Paratletas do Paraná e de Santa Catarina participaram dos jogos na Universidade Positivo. A Copa Curitiba Paradesportiva segue neste sábado (11/8), no Centro de Esporte e Lazer (CEL) Dirceu Graeser, na Praça Oswaldo Cruz.

Será a vez das modalidades do basquete em cadeira de rodas e natação paralímpica. As disputadas serão das 8h às 18h e são abertas ao público, com entrada franca. Os jogos são organizados pela Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) e estão reunindo cerca de 160 atletas.

Ainda conforme a Agência de Notícias da Prefeitura de Curitiba Gisele Zake Youssef,coordenadora do Paradesporto da Smelj, disse: “Depois que as pessoas com deficiência descobrem o esporte a atividade passa a ser a vida deles. Através do esporte elas têm um objetivo de vida. Muitos viram atletas de alto rendimento chegando a competições internacionais”.

Abertura

A abertura oficial da Copa Curitiba Paradesportiva foi feita na manhã desta sexta-feira (10/8) na Universidade Positivo. O juramento dos atletas foi feito pela Laila Dessuy, paratleta que há 10 anos pratica a bocha. Através do esporte ela fez amizades e conheceu um mundo que até então era inimaginável.

“ Hoje a bocha é a vida da Laila, ela tem prazer em praticar o esporte. Ela conheceu o esporte em 2009 e desde então nunca mais parou de praticar. Graças a competições como a Copa Curitiba ela está crescendo, assumindo responsabilidades com as coisas dela”, disse Celina Dessuy, mãe da Laila.

O policial militar Alexandre de Oliveira também encontrou na bocha paralímpica uma maneira de recomeçar a vida. Ele perdeu o movimento das pernas depois de levar um tiro cumprindo seu dever de policial. Há quatro meses ele conheceu o esporte e pela primeira vez participou de uma competição.

“O esporte é uma saída para mim que estava parado devido a tudo que aconteceu comigo. O esporte me dá motivação para continuar em frente. É minha primeira competição, treinei bastante e agora vamos colocar em pratica. Conheci muitas pessoas na competição e o agora já sei o nível que estou”, afirmou Oliveira.

Praça Oswaldo Cruz

As modalidades de basquete em cadeira de rodas e natação paralímpica serão disputadas no Centro de Esporte e Lazer (CEL) Dirceu Graeser, na Praça Oswaldo Cruz. As competições serão neste sábado (11/8) das 8h às 18h.

A Copa Curitiba Paradesportiva será uma seletiva para os Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná, que serão disputados em Apucarana nos dias 14 e 18 de novembro.

“A Copa Curitiba Paradesportiva já é considerada um evento de rendimento. A partir daqui os atletas já exercitam a competitividade e se preparam para competições de maior expressão”, definiu Gisele Youssef, coordenadora do Paradesporto da Smelj.

DEIXE UMA RESPOSTA