Relevância do Centro Histórico estará em debate no Memorial

0
28

O 1º Seminário Cidade & Patrimônio – Centro Histórico de Curitiba começa nesta terça-feira (5/6), às 19h, no Teatro Londrina do Memorial de Curitiba. A programação do evento, que vai até sexta-feira (8/6), inclui debates, palestras, mesas redondas e visitas guiadas, além de apresentações de trabalhos de pesquisa. Durante uma semana a importância do Centro Histórico da cidade estará em debate.

As inscrições, gratuitas, estão encerradas, mas caso haja desistências os interessados poderão se inscrever no local antes das palestras. O seminário é uma iniciativa da Fundação Cultural de Curitiba em parceria com os cursos de Arquitetura e Urbanismo de diversas instituições de ensino da cidade. 

“A intenção é estimular estudantes, pesquisadores e a população em geral a pensar e debater a importância do Centro Histórico sob os aspectos que envolvem o patrimônio material e imaterial da cidade”, explica Marcelo Sutil, diretor do Patrimônio Histórico da Fundação Cultural de Curitiba.

Nesta terça-feira (5/6), abertura do seminário, o arquiteto e professor da Universidade de São Paulo (USP) Paulo Bruna faz  a palestra “A requalificação de edifícios obsoletos no centro histórico de São Paulo”.

Na quarta-feira (6/6), a mesa redonda sobre Patrimônio e Planejamento Urbano reunirá os arquitetos Cyro Corrêa Lyra, um dos principais idealizadores do setor histórico de Curitiba, e Abrão Assad, que criou o calçadão da Rua XV de Novembro e também influenciou as políticas de patrimônio para o Centro da cidade.

A mediação será feita pelo arquiteto Geraldo Pougy, que está concluindo uma pesquisa sobre os conceitos e a metodologia de trabalho do grupo que nos anos 60 e 70 transformou a capital em referência de urbanização.

Na quinta-feira (7/6) a programação inclui uma mesa redonda com as universidades sobre o ensino de patrimônio, e uma palestra com Ana Carolina Pellegrini, arquiteta e professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com o tema “Além da materialidade: o projeto como patrimônio”.

No encerramento do seminário, a arquiteta e professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Natália Miranda Vieira, faz palestra sobre “Novo e Antigo: há espaço para a produção contemporânea da arquitetura em áreas de reconhecido valor patrimonial?”, acompanhada do arquiteto Marcelo Ferraz, do escritório Brasil Arquitetura, que falará sobre “O passado no presente”.


Confira a programação

5/6 (terça-feira) – Abertura
17h – Cadastramento dos inscritos previamente
19h – Palestra “A requalificação de edifícios obsoletos no centro histórico de São Paulo” | Paulo Bruna (SP)


6/6 (quarta-feira) – Patrimônio e Planejamento Urbano
08h30 – Comunicações 
14h – Visitas Guiadas
19h – Mesa redonda | Cyro Corrêa Lyra, Abrão Assad e Geraldo Pougy


7/6 (quinta-feira) – Patrimônio e Registro
08h30 – Comunicações 
14h – Visitas Guiadas
17h – Mesa redonda | Escolas de Arquitetura de Curitiba e Jefferson Navolar
19h – Palestra “Além da materialidade: o projeto como patrimônio | Ana Carolina Santos Pellegrini (UFRGS)


8/6 (sexta-feira) – Patrimônio e Mercado Imobiliário 
8h30 – Comunicações
14h – Visitas Guiadas
17h – Lançamento de Livros
19h – Palestra | Marcelo Ferraz (Brasil Arquitetura) e 
Natália Miranda Vieira (UFPE)

Local: Teatro Londrina – Memorial de Curitiba (R. Dr. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco, Curitiba)
Entrada gratuita

 

** Com Prefeitura Municipal de Curitiba

DEIXE UMA RESPOSTA