Cruzeiro derrota Racing e termina na liderança do grupo na Libertadores

0
48

Vasco luta, derrota La U e garante vaga na Sul-Americana

Liderança do grupo e uma saída digna com vaga na Sul-Americana. Cruzeiro e Vasco entraram em campo pela Libertadores na noite desta terça-feira (22) com objetivos completamente diferentes e não decepcionaram os seus torcedores.

No Mineirão, o Cruzeiro disputava a liderança do grupo cinco contra o time argentino do Racing. E a vontade da Raposa de resolver logo a situação ficou muito clara desde o primeiro minuto de partida. Com um ritmo avassalador desde o primeiro toque na bola, o time celeste foi para cima e, logo aos dois minutos de partida, abriu o placar com Thiago Neves. Aos dez, foi a vez do volante Lucas Silva ampliar o placar para o time cruzeirense. Após os dois gols, o ritmo do Cruzeiro deu uma diminuída. E diminuir o ritmo contra times argentinos, em plena Libertadores, não é uma boa ideia.

O Racing equilibrou a partida, começou a ir para cima e, aos 27 da primeira etapa, descontou com Centurión. No segundo tempo os papéis se inverteram, os argentinos dominaram a etapa complementar, mas não tiveram a mesma qualidade para finalizar.

Final, Cruzeiro dois, Racing um. A vitória deu ao time celeste o primeiro lugar no grupo, o que dá ao time mineiro a chance de decidir o segundo jogo em casa.

Por outro lado, o Vasco viajou até Santiago para enfrentar a Universidad de Chile. O objetivo do Cruzmaltino era vencer por dois gols de diferença, o que o colocaria na terceira posição, dando uma vaga na Sul-Americana.

Pouco tempo antes da bola rolar, crise no Gigante da Colina. Wellington, Paulão, Evander e Gabriel Félix foram afastados do grupo e voltaram ao Brasil pouco tempo antes da partida começar. O motivo foi uma foto postada nas redes sociais em tom de provocação à torcida e até mesmo à comissão técnica. Com o clima pesado, o Vasco entrou em campo, mas pareceu até mais motivado a fazer o que só parecia improvável. E o primeiro gol veio ainda na etapa inicial com Bruno Silva, que surgiu como elemento surpresa.

No segundo tempo, o jogo ficou disputado e, só aos 36, Yago Pikachu marcou e decretou a vitória. Universidad de Chile zero, Vasco dois. Mesmo eliminado da Libertadores, o Cruzmaltino garantiu vaga nas oitavas de final da Sul-Americana.

A bola continua rolando pela Libertadores nesta quarta-feira (23) e alguns jogos prometem pegar fogo. No estádio Monumental de Nuñez, na Argentina, duelo de classificados pela liderança do grupo quatro. O River Plate recebe o Flamengo. Os donos da casa tem onze pontos, enquanto o Mengão tem nove. Quem terminar a fase classificatória como primeiro colocado, decide o segundo jogo das oitavas em casa.

Quem também vai entrar em campo pela liderança do grupo é o o Grêmio, que joga em casa contra o Defensor, do Uruguai. Uma vitória gremista decreta de vez a liderança do grupo um. O Tricolor não pode vacilar, pois a equipe paraguaia do Cerro Porteño está na segunda posição, com um ponto a menos que o Imortal.

Vai ter brasileiro também na outra competição continental. Pela Sul-Americana, o Bahia encara o Blooming, da Bolívia. Como foi derrotado na primeira partida por um a zero, o tricolor precisa vencer por dois gols de diferença.

E vai ter jogo pela Copa do Brasil também. O Palmeiras recebe em casa o América de Minas. O Verdão está em vantagem no duelo, já que venceu a primeira partida por dois a um. O empate garante a classificação do time paulista.

Com Agência do Rádio/Raphael Costa

DEIXE UMA RESPOSTA