Depois de ver os jogos, turistas conhecem atrativos de Curitiba

0
484
Um dos maiores eventos esportivos do mundo, a fase final da Liga Mundial de Vôlei na Arena do Atlético, coloca Curitiba no centro das atenções durante esta semana. -Na imagem, Valeska e Ronaldo Portela vieram de Colatina, no interior do Espírito Santo. Curitiba, 05/07/2017 Foto: Valdecir Galor/SMCS

Um dos maiores eventos esportivos do mundo, a fase final da Liga Mundial de Vôlei está sendo realizada em Curitiba nesta semana. O benefício é maior do que o espetáculo esportivo proporcionado aos fãs do voleibol, ressalta a presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, Tatiana Turra. “A economia da cidade é a grande beneficiada com a vinda das seleções estrangeiras, dos organizadores e, claro, dos aficionados pelo esporte”, explica. “O impacto econômico mais perceptível é na rede hoteleira e de restaurantes, mas também há demanda por diversos serviços importantes para a produção do evento.” A produção do evento começou em 26 de junho, uma semana antes do início das partidas.

O casal Valeska e Ronaldo Portela vieram de Colatina, no interior do Espírito Santo, para ver a Liga Mundial. Com ingressos reservados para todos os jogos, o casal vai se juntar à filha e ao genro, que vêm de Santa Catarina nos próximos dias. Ronaldo conta que já esteve em Curitiba em congressos e visitou diversos atrativos turísticos. “O Jardim Botânico é um dos meus preferidos, estamos planejando fazer uma visita”, disse.

Sua mulher, a aposentada Valeska, é uma apreciadora da cidade. Nesta visita, afirmou, a família vai procurar visitar mais restaurantes e bares da cidade. “Curitiba é um ponto de referência no que se refere à gastronomia”, afirmou.

Mãe e filha, Dagni e Amanda Costa são fãs de vôlei e aproveitaram o evento para se reencontrar. Atualmente, a filha mora em Blumenau e a mãe, em União da Vitória, mas ambas já moraram em Curitiba. Além das partidas da Liga Mundial de Vôlei, vão aproveitar os dois dias de estadia para curtir o que a cidade tem de bom. “Adoramos os shoppings, mas tenho vontade de voltar à Ópera de Arame”, explicou Amanda.

A Liga Mundial também atraiu atletas e dirigentes do esporte. É o caso de Carlos Ciniro, presidente da Federação Gaúcha de Voleibol, envolvido na organização do evento. A visita foi motivada por razões técnicas, mas nas horas vagas Ciniro procurou aproveitar um pouco. “Tive a oportunidade de sair para jantar e conhecer o Setor Histórico da cidade”, comentou o gaúcho.

Ciniro veio acompanhado do ex-atleta de vôlei Matheus Vier e do atleta Caetano Filter, que vão passar cinco dias em Curitiba. Vier contou que já viu jogos da Liga Mundial em Porto Alegre e na Argentina e não quis deixar passar a oportunidade. Filter por sua vez, já morou por cinco meses em Araucária, quando jogou no município. “Costumava vir a Curitiba para aproveitar os bares e restaurantes”, relembrou. “No domingo iremos ao Jardim Botânico”, revelou o atleta.

DEIXE UMA RESPOSTA