Festa do Rosário e atrações do Mês da Consciência Negra movimentam o Centro Histórico

0
81
Festa do Rosário e atrações do Mês da Consciência Negra movimentam o Centro Histórico. Foto:Daniel Rebello

A Festa do Rosário, com a tradicional lavação das escadarias da antiga Igreja do Rosário dos Homens Preto de São Benedito, é o ponto alto da programação do Mês da Consciência Negra em Curitiba. A festa será realizada neste domingo (19/11), a partir das 9h30, com um ato inter-religioso no interior da igreja, onde representantes das mais diversas denominações religiosas se reúnem para compartilhar mensagens de fé, paz e respeito.

Após a tradicional lavação das escadas com flores e perfumes, tem início às 11h o cortejo com os Batuqueiros, saindo da Fonte da Memória (Praça Garibaldi) até o marco do Pelourinho, passando pelas gameleiras sagradas da Praça Tiradentes. Às 12h, no Memorial de Curitiba, o festival Vozes do Sagrado reúne corais de música sacra de diversas tradições religiosas.

“Esta é uma festa plural, de resgaste, de consciência. É uma festa em que a umbanda e o candomblé convidam todas as religiões a comungarem do mesmo sentimento de amor e respeito pelo diferente”, diz o coordenador de Igualdade Racial da Prefeitura de Curitiba, Adegmar José da Silva, mais conhecido como Candieiro, ativista da causa negra há mais de 30 anos.

Candieiro explica que a festa curitibana se inspirou na lavagem das escadarias da Igreja do Bonfim, em Salvador, mas depois se tornou uma referência para as comemorações em outras cidades. Atualmente é, segundo ele, uma das mais fortes manifestações em defesa da igualdade racial do sul do Brasil.

De acordo com o ativista, a festa cresce com o clamor popular pelo resgate e conhecimento de uma verdade histórica que estava sendo esquecida – a de que os negros foram protagonistas na construção da cidade desde a sua concepção, não apenas como mão-de-obra, mas como ser pensante, com presença em todos os ciclos de desenvolvimento de Curitiba – econômico, intelectual e cultural.

Além da Festa do Rosário, o fim de semana terá ainda como atrações do Mês da Consciência Negra a Marcha do Orgulho Crespo, a Oficina de Turbantes e o Seminário Africanitude. Confira:

Marcha do Orgulho Crespo – A 2ª Marcha do Orgulho Crespo acontece neste sábado (18/11) em Curitiba. O evento celebra a cultura afro-brasileira e integra as ações da Marcha do Orgulho Crespo Brasil, movimento nacional de valorização da estética negra por meio dos cabelos crespos e cacheados, criado em julho de 2015 em São Paulo.  A marcha também faz parte das atividades do Mês da Consciência Negra. A concentração será às 13h, na Praça Santos Andrade, e de lá os participantes seguem para o Memorial de Curitiba onde, a partir de 15h30, acontecem vários shows. Entre os artistas estão Bia Ferreira, Siamese, Lipe Oliveira, Michele Mara e Bateria Show da Mocidade Azul. Pela manhã, a partir das 9h, serão oferecidas várias oficinas na UFPR (campus Santos Andrade).

Oficina de turbantes – A atividade, no domingo (19/11), na Casa Hoffmann, utiliza os turbantes como elemento para debater o padrão de beleza na realidade brasileira. Com orientação de Preta Kenia, visa capacitar e enriquecer o conhecimento dos participantes. Os turbantes e adornos de cabeça serão utilizados para rememorar as práticas de embelezamento de matrizes africanas e sua contextualização sócio-histórica.

Africanitude no Pavilhão Étnico – O Memorial de Curitiba sediará nos dias 18 e 19 uma intensa programação dentro do Pavilhão Étnico. Com a temática da Consciência Negra, o evento reunirá diversos artistas no Memorial de Curitiba em uma série de oficinas, shows, saraus, rodas, contação de histórias, instalações e lançamentos de livros.

Serviço:

Marcha do Orgulho Crespo

Local: Praça Santos Andrade e Memorial de Curitiba (R. Claudino dos Santos, 79)

Data e horário: sábado (18/11), a partir das 9h. Início da marcha: às 13h

 

Festa do Rosário

Local: Igreja do Rosário dos Homens de Preto de São Benedito – Praça Garibaldi

Data e horário: domingo (19/11), às 9h30

Ingressos: gratuito

 

Oficina de Turbantes

Local: Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento (Rua Claudino dos Santos, 58 – Centro Histórico)

Data e horário: 19 de novembro, às 14h

Inscrições: gratuitas

Mais informações: humaitacentrocultural@gmail.com

 

Seminário Africanitude

Local: Pavilhão Étnico – Memorial de Curitiba – Rua Claudino dos Santos, 79 – Centro

Data e horário: 18 e 19 de novembro, das 9h às 18h

Ingressos: gratuito

 ** Com Prefeitura Municipal de Curitiba

DEIXE UMA RESPOSTA