Jardim Botânico faz 26 anos com nova coleção e logomarca comemorativa

0
67
Faz 26 anos que a paisagem de Curitiba mudou e a estufa do Jardim Botânico é presença quase obrigatória nas fotografias dos turistas e locais. Foto:Cesar Brustolin/SMCS

Faz 26 anos que a paisagem de Curitiba mudou e a estufa do Jardim Botânico é presença quase obrigatória nas fotografias dos turistas e moradores da cidade. O aniversário da inauguração é nesta quinta-feira (5/10) e a logomarca comemorativa já está desenhada no gramado junto à nova coleção Jardim das Araucárias do Mundo.

São cerca de duas mil mudas de petúnias cor-de-rosa e tagetes na cor laranja, formando o contorno da estufa, inspirada no antigo Palácio de Cristal de Londres, e o número que representa a nova idade. A marca desenvolvida pelo departamento de Marketing da Secretaria Municipal da Comunicação Social foi desenhada e plantada pela equipe do Jardim Botânico.

Inaugurada em 1991, a unidade de conservação é uma área protegida e que abriga, além de um bosque com nascentes, coleções de plantas vivas para estudo e pesquisa.

Atrações e visitantes

Um dos atrativos mais movimentados do local é o Jardim das Sensações, um caminho sensorial de cerca de 200 metros de extensão com plantas nativas, aromáticas e medicinais. De olhos vendados, lá o visitante é estimulado a sentir de formas diferentes, por meio do toque, olfato e audição.

A cada ano mais de um milhão de pessoas passam pelo Jardim Botânico, que é o maior ponto de desembarques dos ônibus da Linha Turismo. A pista de caminhada que circula o bosque nativo é também uma opção para os curitibanos que buscam um estilo de vida mais equilibrado e saudável.

Os 178 mil metros quadrados de área do Jardim Botânico Francisca Maria Garfunkel Rischbieter, seu nome oficial, abrigam ainda o Museu Botânico, um auditório e o quarto maior Herbário do Brasil, que atrai pesquisadores de todo o mundo com as mais de 400 mil exsicatas (amostras de plantas prensadas para estudo).

Novidades

Neste ano, o local ganhou a coleção Jardim das Araucárias do Mundo, com seis das 18 espécies existentes dos pinheiros, incluindo a Araucaria angustifolia, símbolo da cidade, e as demais – Araucaria heterophylla, Araucaria columnaris, Araucaria bidwillii, Araucaria araucana e Araucaria cunninghamii.

O local passou por uma série de melhorias desde janeiro deste ano, com a manutenção da cascata e chafarizes, a troca e reorganização das plantas da estufa, além de toda a recuperação da área das Plantas Nativas.

A Prefeitura também investiu em uma nova iluminação cênica para a estufa. No início do ano, foi trocado o cabeamento de todas as luminárias do local e todas as luminárias de vapor de sódio foram trocadas por 106 unidades de LED.

** Prefeitura Municipal de Curitiba

DEIXE UMA RESPOSTA